Gravuras rupestres da Bouça da Cova da Moura (Ardegães, Maia, Norte de Portugal), no contexto da Pré-história Recente da bacia do Leça

Ana M. S. Bettencourt, Lara B. Alves, André T. Ribeiro, Rui T. Menezes

Resumen


Este texto pretende dar a conhecer o conjunto de gravuras rupestres da Bouça da Cova da Moura. A análise efetuada ao conjunto de signos permitiu denotar, a presença de composições gráficas pertencentes à tradição artística que se convencionou denominar de arte atlântica, representações de cariz mais esquemático e motivos de época histórica. Na envolvência dos afloramentos gravados descobriram-se monumentos megalíticos, áreas de dispersão de materiais cerâmicos datáveis do Calcolítico, uma ocupação da Idade do Bronze, além de materiais dispersos deste período genérico, relevantes para a análise da biografia deste lugar numa pequena escala de análise. A inserção deste locus numa escala mais ampla de análise, ou seja, os Montes do Leandro, pequeno contraforte da serra do Bougado, permite admitir que este complexo de gravuras rupestres faria parte de um vasto território de ampla significação simbólica durante a Pré-história Recente. Neste sentido as diferentes materialidades seriam, resultado de um processo aditivo que resulta da frequência do planalto, da sua da reutilização e reinterpretação, num templo cíclico.

Palabras clave


Noroeste de Portugal; Gravuras rupestres; Bouça da Cova da Moura; Neolítico-Idade do Bronze; Biografia de um lugar

Texto completo

Português (Portugal)

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


Gallaecia
ISSN 0211-8653
ISSN-e 2445-3927
Universidad de Santiago de Compostela / Departamento de Historia IServicio de Publicaciones e Intercambio Científico

Servizo de Publicacións e Intercambio Científico

Campus Vida . 15782 Santiago de Compostela . Tel (+34) 881 812 391